Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Ubirajara, Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020 Telefone (14) 3472-1201

Atendimento Atendimento: De Segunda a Sexta das 8:30 às 16:30 Horas

Quin
06/08
28 °C
15 °C
Índice UV
7.0
Sext
07/08
28 °C
15 °C
Índice UV
7.0
Sáb
08/08
29 °C
16 °C
Índice UV
7.0
Domi
09/08
30 °C
18 °C
Índice UV
7.0

Saúde - Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2017

Notícias por Categoria

Controle de Pragas e Insetos


A Prefeitura de Ubirajara, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, iniciou no último mês de novembro o trabalho de dedetização em bueiros, fábricas, prédios públicos, rios e represas na zona urbana e rural do município. A medida tem por objetivo combater a proliferação de baratas, ratos, escorpiões, mosquitos, pernilongos entre outros insetos. Para realizar este trabalho, os servidores utilizam o nebulizador de dedetização, equipamento popularmente conhecido como “fumacê”, que é colocado diretamente nas tubulações dos bueiros e nas caixas de inspeção de esgoto para combater os insetos em geral. Os agentes aplicam um inseticida que não oferece risco à saúde humana, mas que elimina todo foco de pragas. Pode-se destacar a dedetização dos esgotos e bueiros que tem a finalidade de prevenir o aparecimento de transmissores de doenças. “Esse é um trabalho periódico muito importante que realizamos em todo o município, pois a melhor forma de garantir vida com qualidade à população é trabalhando com a prevenção”, destacou a secretaria de Saúde Adriana Bocardi Alegretti. “No mais, o aumento de muitas espécies de vetores e pragas urbanas, como roedores, mosquitos, moscas, baratas e escorpiões, podem ser atribuídos as grandes interferências humanas no ambiente, como é o caso do acréscimo da população, um dos fatores responsáveis por um cenário de situações insalubres que favorecem a proliferação desses seres. Com o crescimento das áreas urbanas, aumento do consumo de materiais descartáveis, como latas e embalagens plásticas, e o aumento considerável da produção de lixo orgânico contribui para as condições de vulnerabilidade que expõem as populações ao contato permanente com esses animais e pragas. Por isso, contra o aumento do pernilongo, por exemplo, é feito o controle biológico em córregos, represas, valetas e lagos. Esse monitoramento tem o objetivo de evitar o desenvolvimento das larvas do inseto. Os pontos com presença de larvas são tratados com larvicida que extermina a larva antes que se transforme em inseto adulto. E por fim, onde há pernilongos adultos, é aplicada a pulverização de inseticida por meio de equipamentos especifico ou pelo fumacê”, explica Adriana.

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

71 anos de história

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

Nenhuma unidade fiscal cadastrada no momento!